Archive for the ‘Jornalismo’ Category

h1

Revista eletrônica Slashdot pode ser modelo de produção jornalística na web

agosto 18, 2007

slashdot.jpg

Depois de 10 anos de lançada, em meio a muito descrédito, a revista eletrônica sobre tecnologia Slashdot é não só uma empresa consolidada, como um possível modelo para a produção jornalística na web.

Axel Bruns, um professor australiano, estudou a experiência da Slashdot, em seu livro Gatewatching, onde apresenta a revista como um modelo de produção coletiva de notícias.

Rob Malda e Jeff Bates, os fundadores da revista,desenvolveram um sistema onde os leitores sugerem notícias e sites, que são avaliados pelos editores e publicados, cabendo aos usuários verificar a veracidade e exatidão das informações publicadas na revista.

O sistema, que no começo era considerado utópico, pois surgiu antes mesmo dos weblogs, transformou-se numa referência obrigatória para quem acompanha o desenvolvimento da internet.

 

Veja o artigo completo.

 

Via Observatório da Imprensa.

 

Lorena Vieira.

h1

Blogs contratacam…

agosto 18, 2007

estadaoxblogs.jpg

E a guerra continua …

Depois da infeliz campanha do Estadão, os blogueiros contratacam lançando uma contra-campanha publicitária, inclusive com sugestão de um boicote a links para o jornal. Algumas peças da contra-campanha podem ser vistas no blog do André Deak.

Já se sabe que marketing viral funciona [veja vídeo]. Mas marketing viral negativo, [antiga lógica: “Falem mal, mas falem de mim”] ainda não foi testado. Acompanhemos o caso Estadão.

Lorena Vieira

h1

Estadão lança campanha contra blogs

agosto 16, 2007

O Estadão lançou uma campanha polêmica, alertando sobre a credibilidade da internet que enfureceu os blogueiros.

Na tentativa de mostrar que o conteúdo dos jornais (mesmo na web) é mais confiável do que as demais publicações da internet (mais precisamente os blogs), o Estadão lançou uma campanha infeliz, ridicularizando os blogueiros. Veja as peças abaixo

 

estado3jj1.jpg

blog-2.jpg

blogs-3.jpg

A campanha associa os blogueiros a figuras ridículas, o que desmerece o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo blogueiros ‘sérios’. A coisa esquentou por causa da reação em massa dos blogueiros.

Estadão faz campanha contra blogs (Braimstorm9)

Estadão contra blogs? (Pensar Enlouquece)

Estadão com medão dos blog-inhos (Techbits)

Campanha: Não compre jornal, preserve a natureza (Mundo Tech)

Clique “ÃO” e perceba como o conceito ainda é “inho” (Oito Passos)

É certo que a questão da veracidade das informações na internet deve estar em pauta, mas esse é um questionamento geral, e não restrito aos blogs ou outros tipos de publicação colaborativa. (É só lembrarmos da montagem grotesta publicada na Home do UOL)

De fato, esta parece ser uma reação da “senhora imprensa” diante da lógica da descentralização da informação, marcada por modelos colaborativos de produção de conteúdo. É interessante ver este vídeo que prevê tendências para o jornalismo em 2015. O vídeo foi produzido por Robin Sloan para o museu da história dos meios.

 

Lorena Vieira.

h1

Caneta hi-tech

agosto 14, 2007

digitalpen1.jpg

Gente, como havia dito aqui está a Digital Pen.

Trata-se de uma caneta digital (que também é uma USB flash drive) que pode ser utilizada para escrever livremente num papel, armazenar páginas de informação (em tempo real) e depois transferir as anotações e rascunhos para o computador através da entrada USB e ser enviado diretamente para um email. Depois de transferido pode-se transformar as anotações em imagens ou em textos (essa é a parte boa). Além do mais a caneta digital é uma memória flash para armazenar diversos outros arquivos como música, vídeo, textos. Entrevistas, reportagens ou a apuração de uma notícia são situações em que o repórter pode utilizar essa caneta, escrevendo as informações num papel que serão transferidas para a conversão em formato de texto. Essa ferramenta agiliza imensamente o trabalho do repórter. Veja um vídeo demonstrando como a Digital Pen funciona ou veja uma infografia com um demo mostrando também as funcionalidades desse aparelho. A Digital Pen custa em média U$ 80 e pesa 16 gramas.

Via Jornalismo Móvel.

Lorena Vieira.

h1

Alugam-se jornalistas!

agosto 13, 2007

Ouvi por aí um sussurro de que grandes jornais estariam trabalhando de acordo com a lógica outsoucing, mas fiquei pensativa ao encontrar a informação concreta. Via bLógica cheguei à informação de que jornais americanos e britânicos já têm redatores na Índia e Singapura. A lógica para tal substituição, é a mesma que faz multinacionais se instalarem em países em desenvolvimento: mão-de-obra barata!

Os jornalistas indianos não têm seguros, não têm férias pagas, não têm segurança social, e chegam a trabalhar sete dias por semana em horário fabril para entregar os textos a tempo.

A Índia tem até uma empresa agenciadora de jornalistas para jornais estrangeiros, a Hi-Tech Expor. Vejam o pacote e as tarifas!

A depender do projeto de jornal apresentado, a Hi-Tech Export cobra 35 euros [R$92,73] por 500 palavras, para redigir artigos a partir de comunicados de agências. Os redatores são diplomados em domínio científicos, têm entre 21 e 29 anos e 12 a 24 meses de experiência jornalística. Falam e escrevem em inglês, hindimayalam e o idioma local . E ainda oferece 15 dias de serviço grátis!

Leiam o artigo na íntegra aqui.

Lorena Vieira.


h1

Mini-curso com Rámon Salaverría na UFBA

agosto 7, 2007

O Prof. Ramón Salaverría (Universidade de Navarra) ministrou um um mini-curso de 10 horas de duração, na Faculdade de Comunicação da UFBA, nos dias 1, 2 e 3 de agosto, tendo como temática a Convergência Digital.

O tema foi: “Convergência nos meios digitais: evolução dos modelos editoriais na Internet”.

Rámon Salaverría é um dos mais destacados pesquisadores espanhóis no campo do Webjornalismo, é também Diretor do Laboratório de Comunicação Multimídia da Faculdade de Comunicação da Universidade de Navarra.

As contribuições do curso foram enormes. Discutiremos os temas abordados em breve.

Até lá, conheçam um pouco mais sobre as idéias do Prof. Rámon Salaverría no vídeo indicado. O vídeo fala sobre os impactos da convergência digital nas empresas de comunicação.

Lorena Vieira.